Dia do Abraço: por que abraçar?

Você sabia que hoje, 22/maio, é o Dia do Abraço? A data surgiu há mais de 10 anos, com a Campanha do Abraço (Free Hug Campaign), do australiano Juan Mann, e ganhou a internet com os famosos vídeos de “sessões de abraços grátis”. Desde então, a ideia é repetida com abraços pelas ruas do mundo todo, sem distinção de cor, sexo ou idade.

O abraço tem linguagem universal. É sinônimo de cuidado e carinho em qualquer lugar e pode conter inúmeros significados. Tem abraço de amor refeito, de solidariedade, abraço de felicidade. Abraço de tristeza e despedida, mas também tem abraço de trégua, de reencontro, de pai e filho, de avó e neta, de amigo-irmão.

E não é só para a alma que o abraço faz bem. Muitos estudos já comprovaram os benefícios do abraço à saúde. Ele reduz o estresse e até ajuda a prevenir a hipertensão. Um abraço também libera oxitocina, a substância conhecida como “o hormônio do bem-estar”, além da endorfina, que regula o bom-humor.

Assim como o Dia das Mães, o Dia das Crianças e o Dia dos Pais, o Dia do Abraço é todos os dias. O objetivo é lembrar a importância da demonstração do afeto e refletir sobre nossa forma de se relacionar. Um gesto de carinho pode salvar o dia – ou até a vida – de alguém.

Hoje, amanhã e todos os dias, dê pelo menos um abraço de verdade em alguém. Abrace forte. Abrace por um longo tempo. Sinta o calor dessa pessoa e dê a ela sua energia também. Porque abraço é isso: apertar bem entre os braços para receber e dar amor.

Que tal dar uma olhadinha também?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.